AGISOFT PHOTOSCAN – O QUE É? CONHEÇA O NOVO SOFTWARE

Conheça tudo sobre o novo Software da Agisoft: PhotoScan

O que é o PhotoScan?

O Agisoft PhotoScan é um software autônomo que realiza o processamento fotogramétrico (medição das distâncias e das dimensões reais dos objetos por meio da fotografia) de imagens digitais e gera dados espaciais em 3D, ele pode ser utilizado em aplicações SIG, documentação do patrimônio cultural e produção de efeitos visuais, bem como para medições indiretas de objetos de várias escalas. Sua tecnologia usa técnica de fotogrametria digital implementada de um forma inteligente e aplicada, com métodos de visão por computador e isso resulta em um sistema de processamento automatizado e inteligente que, por um lado, pode ser gerenciado por um recém-chegado no campo da fotogrametria, mas, por outro lado, tem muito a oferecer a um especialista que pode ajustar o fluxo de trabalho para inúmeras e específicas tarefas e para diferentes tipos de dados.

O Agisoft PhotoScan Pro permite gerar ortofotos (uma representação fotográfica de uma região da superfície terrestre, na qual todos os elementos apresentam a mesma escala, livre de erros e deformações, com a mesma validade de um plano cartográfico) georeferenciadas de alta resolução e DEMs (é um modelo digital ou representação 3D da superfície de um terreno, criado a partir de dados da elevação do terreno) detalhados. O fluxo de trabalho totalmente automatizado, juntamente com a fácil integração com o sistema Q-Pods, permite que uma pessoa que não é um especialista na área processe milhares de imagens aéreas em um computador de mesa e produza dados fotogramétricos de classe profissional.

Para cumprir a tarefa de georreferenciamento, o programa usa dados de GPS aerotransportados, combinados com a tecnologia de nuvem de ponto para alcançar rapidamente os resultados necessários. Para entregas que requerem uma maior precisão, os Pontos de Controle de Terra (GCP) podem ser importados e combinados com o modelo 3D, melhorando ainda mais a precisão.

O Agisoft PhotoScan Pro suporta uma variedade de formatos de entrada (incluindo JPEG, TIFF e PNG) e uma ampla gama de formatos de saída (GeoTiff, xyz, Google KML, Wavefront OBJ, VRML, COLLADA, PDF).

O sistema Q-Pod não se limita a Agisoft Photoscan, os dados retirados da aeronave podem ser facilmente importados para qualquer software de fotogrametria ou GIS, garantindo que você pode manter o fluxo de trabalho que você já desenvolveu eficiente. Tudo isso, juntamente com a alta resolução da câmera Sony NEX 7, que permite resultados impressionantes quando se utiliza o sistema Q-Pod.

Como funciona?

Geralmente, o objetivo final do processamento de fotografias com o PhotoScan é construir um modelo 3D texturizado. Esse processamento de fotografias e construção de modelos em 3D compreende quatro etapas principais:

1. A primeira etapa é o alinhamento da câmera. Nesta fase, o PhotoScan procura pontos comuns em fotografias para combina-los, bem como ele encontra a posição da câmera para cada imagem e ajusta a mesma. Como resultado, formam-se uma nuvem de pontos dispersos e um conjunto de posições da câmera. A nuvem representa os resultados do alinhamento fotográfico e não será utilizada para o procedimento de construção do modelo 3D (exceto para a reconstrução baseada em nuvem). No entanto, ele pode ser exportado para uso posterior em programas externos, por exemplo, os pontos de nuvem podem ser usados em um editor 3D. Já o conjunto de posições da câmera são necessários para a construção do modelo 3D pelo PhotoScan principalmente.

2. A próxima etapa é a construção de uma nuvem de pontos densos. Com base nas posições e imagens estimadas da câmera, uma nuvem de pontos densa é construída pelo PhotoScan, esta nuvem pode ser editada e classificada antes de ser exportada ou de gerar o modelo 3D de malha.

3. Outra etapa é a construção de malha. O PhotoScan constrói uma malha poligonal 3D que representa o objeto, a superfície é baseada na nuvem de pontos densos. Além disso, existe um método baseado em Point Cloud para geração de geometria com base na nuvem de nuvens escassas sozinho. Geralmente existem dois métodos algorítmicos Disponível no PhotoScan que pode ser aplicado à geração de malhas 3D: Altura Campo – para tipo planar Superfícies, Arbitrário – para qualquer tipo de objeto. Tendo construído a malha, pode ser necessário editá-la. Algumas correções, como decimação de malha, Remoção de componentes destacados, fechamento de furos na malha, etc. podem ser realizados pelo PhotoScan. Para edição mais complexa você tem que se envolver ferramentas de editor 3D externo. PhotoScan permite exportar Malha, edite-o por outro software e importe-o de volta.
4. Depois de a geometria (isto é, malha) ser reconstruída, pode ser texturizada e / ou utilizada para a geração de ortofotos.

Leave a comment

Your email address will not be published.

*



eight − 2 =